Filtrar por

  • até

Olimpíada do Rio 2016 deve custar R$ 36,7 bilhões

cityname-rio-de-janeiro

A terceira e última parte do orçamento para a realização da Olimpíada e Paraolimpíada de 2016 foi divulgada na quarta-feira (16/4). A previsão atual de gastos com a realização dos Jogos Olímpicos, somando as três parcelas, está em R$ 36,7 bilhões, dos quais 58% deve ser bancado pela iniciativa privada por meio de patrocínios ou por Parcerias Público-Privadas (PPPs).

  • A previsão dos gastos da Olimpíada de 2016 foi atualizada para R$ 37,5 bilhões, leia sobre isso neste link.
  • Atualização de agosto de 2015 dos gastos para os Jogos Olímpicos eleva a previsão para R$ 38,26 bilhões, leia sobre isso neste link

O valor divulgado no último dia 16 é bem próximo do que seria a correção da previsão apresentada no momento da escolha do Rio de Janeiro como cidade-sede os Jogos Olímpicos, em outubro de 2009. Na época, esperava-se gastar R$ 28 bilhões com a realização do evento. Reajustado após 54 meses pelo INPC do IBGE, esse valor estaria em R$ 36,5 bilhões.

O evento no Forte de Copacabana, que contou com representantes dos governos federal, estadual e municipal, apresentou o Plano de Políticas Públicas – Legado dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos Rio 2016. Esse documento inclui todas as obras que, na avaliação do governo, são obras que tem relação “indireta ou distante” com a realização do megaevento. Trata-se da maior parte dos investimentos: R$ 24,1 bilhões.

A lista do que seria legados inclui desde projetos de mobilidade urbana, como a linha 4 do metrô, até a construção de um laboratório para realizar testes antidopagem, passando até pela operação de revitalização da região portuária carioca, conhecida como programa Porto Maravilha, que era uma das ações inicialmente planejadas para a Copa do Mundo deste ano.

As outras duas partes do orçamento do olímpicos são o Orçamento do Comitê Organizador Local da Rio 2016 e a Matriz de Responsabilidades Olímpica, que lista apenas os investimentos com equipamentos diretamente ligados à realização dos jogos e que, novamente segundo avaliação do governo, “não aconteceriam se o Rio não fosse escolhido como cidade-sede”.

O orçamento da Rio 2016, lançado em janeiro deste ano, prevê gastos de R$ 7 bilhões com alimentação de atletas, pagamento de recursos humanos e campanhas de marketing. A organização também pretende captar R$ 7 bilhões na iniciativa privada, sendo 50% desse valor com os patrocínios locais.

Já a Matriz de Responsabilidade Olímpica, divulgada também em janeiro, lista a maioria das obras com instalações esportivas. Os investimentos estão previstos em R$ 5,64 bilhões, mas das 52 obras listadas nesse documento, 24 não possuem orçamento ainda. As parcerias público-privadas representam uma parte significativa desse montante: 76%, ou R$ 4,18 bilhões.

 

Divisão dos projetos do Plano de Políticas Públicas
A prefeitura é responsável por 14 projetos, em um total de R$ 14,3 bilhões, sendo 64% (R$ 9,2 bilhões) dos recursos privados, 28% (R$3,9 bilhões) municipais e 8% (R$1,2 bilhão) federais. Há dinheiro do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e também de PPPs.

Na área de mobilidade, a prefeitura ficou responsável pelo VLT do Porto, o BRT Transolímpica, a ligação entre o BRT Transoeste e a Linha 4 do metrô e a duplicação do Elevado do Joá e das avenidas Salvador Alende e Abelardo Bueno. Na área ambiental, está sendo feita a macrodrenagem da baixada de Jacarepaguá e o saneamento da bacia do Rio Marangá, na zona oeste. No quesito renovação urbana, as obras incluem o Porto Maravilha, toda feita em PPP, o controle de enchentes da Grande Tijuca e a requalificação do entorno do Estádio Olímpico João Havelange, o Engenhão. Em último, a prefeitura vai transformar a arena de handebol, que será construída em estrutura modular, em quatro escolas.

O governo estadual vai investir, no total, R$ 9,7 bilhões em dez projetos de legado, o principal deles é a Linha 4 do metrô, que recebe R$ 8,79 bilhões. Os R$ 1,2 bilhões de capital privado nos projetos do estado são para o metrô. Também em mobilidade, serão renovadas as estações de trem próximas aos principais espaços olímpicos. Na área de meio ambiente, foi apresentado o programa de ecobarreiras e ecobarcos que evitam que o lixo flutuante chegue à Baía de Guanabara e ajudam na coleta desse material, além de saneamento e dragagem na zona oeste.

A esfera federal envolve três projetos, no valor total de R$ 110 milhões. O principal é a construção e estruturação do Laboratório Brasileiro de Controle de Dopagem, dentro do Instituto de Química da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). De acordo com o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, a melhoria dos aeroportos não foi incluída no plano de legado.

“Nós precisamos dividir o legado entre a parte que é consequência exclusiva dos Jogos Olímpicos, obras que só seriam executadas por causa das Olimpíadas. A outra parte é a antecipação das obras já planejada, que seriam executadas com Jogos Olímpicos ou sem, com Copa ou sem Copa. Algumas são obras do PAC antecipadas para apoiar e facilitar a realização desses grandes eventos. Nós incluímos as obras aeroportuárias nas obras planejadas para atender a necessidade da expansão da demanda nacional por serviços aeroportuários”, disse o ministro.

Orçamento a espera de revisões
O valor de 36 bilhões ainda deve subir. Primeiro porque o Plano de Políticas Públicas lista 27 projetos, mas apenas 24 já tem orçamento definido.

O governo federal é a esfera mais atrasada. De seus três projetos, dois deles ainda não tem orçamento, que são: a compra novos equipamentos para o laboratório de teste antidoping e a construção ou reforma de locais oficiais de treinamento de várias práticas esportivas.

O governo estadual também tem um projeto sem orçamento. É a reforma de cinco estações de trem: São Cristóvão, Engenho de Dentro, Deodoro, Vila Militar, Magalhães Bastos e Ricardo de Albuquerque.

Além disso, a prefeitura carioca também pode rever para cima seus investimentos com a construção do Parque Olímpico de Deodoro, cujo processo de licitação ainda está indefinido.

A parte positiva é que do Plano de Políticas Públicas, 74 % dos projetos já estão com contratos assinados e suas obras iniciadas.

Comparação com Londres 2012
Em seu blog no portal Lance, o jornalista Michel Castellar, que a 5 anos se dedica a cobertura da organização do Jogos Olímpicos, fez uma comparação entre os investimentos públicos realizados na edição das olimpíadas de 2012 realizada em Londres.

De acordo com o levantamento de Castellar, a capital inglesa gastou R$ 33,1 bilhões (8,77 bilhões de libras) de recursos públicos na organização dos jogos. Porém essa conta não inclui os gastos do Comitê Organizador Local, que foi mais R$ 12,3 bilhões (3,26 bilhões de libras). Com isso, os gastos em Londres seriam de R$ 45,44 bilhões (12.03 bilhões de libras), quase dez bilhões de reais mais caro que o Rio de Janeiro. Além disso, o comitê londrino captou R$ 8,3 bilhões (2,2 bilhões de libras) com patrocínio, mais que o brasileiro. Porém, precisou ainda de uma injeção de cerca de 4 bilhões de reais de recursos públicos para fechar a conta.

38 respostas a Olimpíada do Rio 2016 deve custar R$ 36,7 bilhões

  1. Billy Graeff disse:

    qual a data desta publicacao? grato

  2. Matheus disse:

    Gostaria de saber se o governo investiu em educação e segurança para a realização dos jogos.
    Desde já agradeço à atenção.

    • Pedro disse:

      Caro Matheus,
      Essa conta para saber o valor que o Brasil vai investir nos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2016 não aparecem investimentos ligados à educação esportiva mantido pelo governo federal.
      Analisando a mais recente atualização do Plano de Legado dos Jogos Olímpicos, você poderá encontrar um projeto de investimentos na área de educação. A prefeitura prevê gastar R$ 31,2 milhões com a construção de 4 escolas na Arena do Futuro, após a realização dos Jogos Olímpicos. Não há gastos com segurança listados nos documentos que são comentados nessa matéria.

      Atenciosamente,
      Pedro Malavolta
      Editor do site

  3. LUIZ CLARET DE SOUZA PEREIRA disse:

    Gostaria de saber, se é que alguém pode me explicar, quanto exatamente do dinheiro público está sendo aplicado nessa olimpíada.
    Percebe-se, pelo visto, que já está tudo resolvido no Brasil. Os “PObrema” já não existem mais: Educação, Saúde, Segurança, CORRUPÇÃO…
    Ê POVO DE GADO.

    • juanito morales disse:

      Perguntinha bem cliche pra variar.
      Pra educação existe ministério da educação.
      Pra saúde existe ministério da saúde.

      Pras olimpíadas existem os ministérios do esporte e o do turismo. São pastas distintas e com verbas distintas.

      Brasil nunca teve saúde, educação nem olimpíadas. logo a culpa pela falta de saúde e educação no país não é do esporte e sim de 516 anos de roubos, desvios e falta de investimento.

      A Verba federal anual da saúde e da educação é de mais de 200 Bilhões.
      A verba federal anual pras olimpíadas foi de 1 Bilhão.

      201 Bilhões não fariam tanta diferença pra saúde e pra educação. Mas 1 bilhão faz muita diferença pro esporte.
      lembrando que esporte é saúde e esporte educa e tira as pessoas das drogas.

      • eduardo Carvalho disse:

        Cara dinheiro num tira ninguém das drogas não.

      • carlos disse:

        mandou bem Juanito !!! as pessoas precisam saber analisar as coisas com mais inteligência . Independente de qualquer coisa, o Brasil nunca mais será o mesmo depois de todos esses eventos. O legado é enorme. As pessoas só pensam no quanto gastou mas não pensa no exemplo positivo que isso deixa. Demos um salto, não só em medalhas , mas nos outros que sequer chegavam na disputa e vimos vários se classificarem para final. Parabéns aos governos anteriores e que trouxeram esses eventos e os tornaram possíveis . Pena que não sei se os próximos governos irão dar continuidade. Acho que não …

  4. Jorge disse:

    Que triste, dinheiro jogado fora, investido em um país que só tem futebol como esporte, todas essas obras cairão no esquecimento depois dessa desastrosa olimpiada. Estou esperando as grandes manchetes jornalísticas publicando o fracasso que será isso aqui no Brasil. Quantos turistas mortos, quantas pessoas feridas, quantos brasileiros assistindo por TV pq o preço do ingresso vai ser um absurdo que não condiz com a realidade do povo Brasileiro. Vergonha para esse país que não tem saneamento básico decente, nem infraestrutura adequada para sediar uma competição tão importante para o mundo. Será o maior fracasso dos jogos e o maior vexame para o Brasil que ficará com imagem de O PIOR PAÍS DO MUNDO, se é que já não possui esse titulo. Vai Brasil, mostra tua verdadeira cara!!

  5. Edmar Rocha disse:

    Jogos Olímpicos e Paraolímpicos Rio 2016, um evento importantíssimo para o país e mais ainda para a cultura do esporte no Brasil. É um incentivo muito grande para os atletas brasileiros, que estão batalhando para fazer o melhor, conquistar o maior número de vitórias e deixando para a nação brasileira o maior número de medalhas.
    O povo brasileiro precisa disso, todos sabemos que o país vem enfrentando a maior crise política de todos os tempos, mas, neste momento precisamos apoiar nossos atletas, torcer por aqueles que só querem dar orgulho para o nosso país, o contrário dos nossos governantes, que só trazem desgosto e desonra para o povo brasileiro.

    • Ondriel disse:

      Grande ***** se esse apoio e só agora nessa época depois caem no esquecimento,como já houve caso de uma atleta olímpica ter que vender a medalha por necessidade.isso tudo é uma vergonha pro nosso povo.

    • ozeias paulo da silva disse:

      olha de toda forma gerou emprego realmente , depois das olimpíadas todos estarão desempregados e ai como será futuro dos milhares de país que começaram a trabalhar nas olimpiadas e foram postos pra fora depois do seu termino ????
      pense bem gente eles vao disputar o nosso dinheiro na nossa cara , olimpiada ta muito linda eu até admito , mais vcs ja viram como ta hospitais daqui de pernambuco ?? ou do proprio sao paulo e rio de janeiro ??
      melhorias por transportes publicos de qualidade nao é apenas um direito que a gente quer , e sim obrigaçao
      atenciosamente : ozeias paulo.

  6. André Saraiva disse:

    Gente, todo esse investimento trouxe trabalho para muita gente, vamos parar de reclamar de tudo, se não tivesse olimpíada
    Não teria investimento em saúde e educação do mesmo jeito. Para de reclamar de tudo e vamos gastar nossa energia para fiscalizar tudo e não ficar falando mal.

    • Flavio disse:

      Você está maluco cara? ou vc é cego? Gerou Trabalho temporário, pra construir instalações pra meia duzia de pessoas que são atletas. É o dinheiro de bilhoes de brasileiros sendo usado. Se fosse usado pra construir escolas e hospitais , geraria empregos temporários e fixos e ainda serviram pra milhoes de pessoas estudarem e tratarem da sua saúde por longos anos.

  7. Pingback: A falência moral do Rio e do Brasil – estouindovamosjuntos

  8. José Reis disse:

    Falta de compromisso com a nação e irresponsabilidade com dinheiro público ! O Brasil não necessita de Olimpíadas, aliás, nunca estivemos com esses objetivos de ganhar medalhas e sim, projetar no cenário político uma ideia de um País emergente, buscando reconhecimento, porém, afundado em corrupções e desigualdade sociais. Investimentos como esse com objetivos análogos aos interesses da nação brasileira, faz surgir ideias magníficas e mirabolantes, como a BRT e linha 4 do Metrô, os quais, beneficiam uma parcela da sociedade que reside na capital, faltando-lhe nessa mesma condição, investimentos na Saúde, Educação e Segurança, esquecendo ainda o interior do Estado, separando-o da ociosa sede estadual, como era no passado “Uma Freguesia”. Tudo que está sendo gasto é para Capital, sede da Olimpíadas, já que a Olimpíadas é tão necessária para arrecadar fundos de investimentos, porque não foi para um outro Estado, com mais capacidade de recurso para realizá-la ? Mas, como sempre, o “Rio, cartão postal do Brasil” . Faz lembrar aquela velha piada do passado, quando o Rio de Janeiro era Capital da República, lá no exterior, quando perguntavam aos alunos ou até mesmo políticos, qual era a capital do o Brasil ? Eles respondiam “Bueno Aires” – Mi perdon… !!!!!!
    Bom, não vamos reclamar não é, como o internauta respondeu acima ! Tá tudo maravilhoso, o servidor público está ganhando bem e com salários em dia; O poder de compra dos brasileiros está indo muito bem, com as políticas públicas e do valor do dólar que está baixíssimo; A Educação, Saúde e Segurança tiveram avanços em suas áreas e investimentos aos níveis exigidos pelos Órgão Mundiais; Pelo que me parece, como a Rússia não deve participar da Olimpíadas no atletismo, com certeza vamos ganhar muitas medalhas de ouro, e no futebol ??? Já é nossa a Medalha de Ouro. Não sou pessimista e nem contra jogos Olímpicos, mas, aqui !!! No Rio de Janeiro, 3º menor Estado do Brasil !!! Fala sério !!! Enfim, gostaria que para a Olimpíadas, fossem usadas as mesmas palavras que o Presidente Figueiredo falou, porquanto a Giulite e João Havelange, queria trazer a Copa do Mundo em 86, que por final ” Tomamos Ferro”. Por fim, como a minoria é mandante no Brasil, sorte aos atletas brasileiros e que faça hastear o nosso Pavilhão Nacional.

  9. Andreia disse:

    Que absurdo!!!!Eu desempregada,não tenho dinheiro nem pra pagar a faculdade,corro atrás de emprego e não passo em processo seletivo porque tenho superior,uma verdadeira falta de vergonha na cara,agente virou palhaço desse circo chamado Brasil já faz é tempo,e eles corruptos fazem malabarismo com o nosso dinheiro.Saúde,segurança,educação nada disso temos nesse país de ladrões e imprestáveis,falta moradia,recursos para os aposentados,crianças e mulheres passando fome e esses canalhas preocupado com olimpíadas.Ahhh!!!! ,faça -me o favor,pelo amor de Deus!!!Um verdadeiro inferno virou esse país,muito ruim de se viver,estamos em um barco sem rumo,só Deus pra nos resgatar desse verdadeiro lamaçal de verdadeiros corruptos,usando o dinheiro dos trabalhadores.FORA CORRUPTOS!!!

  10. Osvaldo Menezes Napolitano disse:

    O pior não são os quase 40 bilhões gastos nos jogos olímpicos e paraolímpicos, é sim ser voluntário pra isso.

  11. Ondriel disse:

    E uma falta de respeito com nosso povo brasileiro,o desemprego aumentando esses politicos desonestos quque roubam o dinheiro publico e nao da nada.Deveria ser interditado os bens e vendidos e o dinheiro ajudar a quem precisa.essa porcaria de copa do mundo que teve tbm qts bilhoes foram investidos.e uma sacanagem com nosso povo que sao cidadoes de bem.e outra coisa que e uma vergonha e a rede globo pedir dinheiro pro criança esperança e pra aquela porcaria de bbb pagar fortunas.o nosso brasil e um otimo pais mais os nossos governantes sao uma porcaria.

  12. Tiago sales disse:

    A realidade é que o governo faz o q quer e não se importa com a população , os jogos olímpicos estão vindo e o governo só está preocupado com o q os outros países vão ver e tbm o faturamento q vai rolar durante os jogos.. E a população Brasileira q corda cedo todos os dias trabalha com suor, ganha pouco e não tem valor.
    A quem podemos recorrer? Quem pode nos ajudar? Sinceramente! Ninguém pode, pois no Brasil o q manda é quem tem mais poder e dinheiro.
    Quantas Escolas precisando de verbas, Quantos hospitais públicos sem recursos. No nosso país ninguém é valorizado , é assaltos ,mortes , coisas absurdas acontecendo todos os dias e nada é feito. A polução brasileira é um povo Bom de mais, e por isso o governo se aproveita ,até pq eles são quem mandam e demandam.
    Hoje, infelizmente tenho a grande vontade de morar em outro País , ate pq quero o melhor para a minha família e vejo q infelizmente não é no Brasil com esses governos que vou conseguir algo bom para mim e minha família.
    Boa tarde a todos com muita tristeza.

  13. Reinaldo Machado disse:

    Acho que muitos misturam alhos com bugalhos pois apesar da corrupção na política e dos políticos, cuja responsabilidade é de todos nós eleitores e quanto a isso NÓS é quem devemos na urna mudar os políticos. O mundo gira e muitas coisas acontecem. Eventos sociais e desportivos, culturais e educacionais ocorrem em todos os locais. Acho que culpar os jogos olímpicos não contribui em nada. Gastando essa energia no combate a corrupção desde nossos pequenos atos será melhor aproveitado. Cobrar a lisura nas obras públicas, dedicação nas escolas e hospitais, na segurança e na cultura. Passar o Brasil a limpo, pressionar para a prisão de corruptos.

  14. Rejane disse:

    Estou revoltada com tanta injustiça. Enquanto muitos passam fome o Brasil faz contagem regressiva pela espera de uma mentira que é as olimpíadas. Dinheiro gasto com o que não é comida e nem bebida.

  15. zeca disse:

    Estou enojado com os políticos do brasil, sim com letra minúscula, só tem ladrão, gente sem nenhuma boa intençõa, é só roubar dinheiro publico, passar a conta para nós, na maior cara de pau, pois não temos nenhuma fiscalização e nenhuma proteção contra esses vagabundos que comandam nossos país e nosso dinheiro.

  16. Tenho dificuldade para encontrar adjetivos que expressem minha repugnância a tudo que está acontecendo, ultimamente, em meu querido Brasil. O Brasil é um dos países mais ricos do mundo, mas repleto de vagabundos ( não os aposentados) que deram seu sangue e trabalharam com pujança ( trabalhei 70 anos) e mereço ser tratado mais dignidade juntamente com os que deram sua contribuição para grandeza desta Nação. Dei início ao meu interesse pela política, há 70 anos quando ajudava a fazer comícios para eleger homens que tinham objetivos definido e vergonha na cara, como sói acontecer esta bandalheira, descalabro, falta de brio neste estado de corrupção, que até o Cruzeiro do Sul cobriu-se de vexame. Creio com toda a pujança de minha alma que o povo brasileiro tem esperança de reconstruir este País buscando referenciais democráticos na Antiga Grécia e fazendo uma releitura de sua história de homens e mulheres cujo sangue, que clama por ORDEM E PROGRESSO, foi derramado no solo desta TERRA DE SANTA CRUZ, não apenas com o melhor futebol, COPA DO MUNDO, OLIMPÍADAS, SAMBA, CARNAVAL, maior bacia HIDROGRÁFICA, extensão GEOGRÁFICA, maior arrecadação de IMPOSTOS, regimento BÉLICO, mas pela grandeza moral, educacional e nobreza nobreza de caráter. Somente assim, estaremos qualificados para ingressar no CONCERTO DAS NAÇÕES. “MUDA BRASIL!” – expressão de ULYSSES GUIMARÃES. Pr. e Professor Valdemar Trevenzoli

  17. Vagner disse:

    Vocês esqueceram de mencionar os R$ 30 BILHÕES “usados”, que todos nós sabemos não foram usados, pois se tivessem sidos usados todos os pacotes de verbas para de despoluição da Baía de Guanabara, ela estaria limpa, que não é o caso. Para onde foi todo esse dinheiro? isso mais assustador pra mim do que a própria olimpíada. Até porque você vê uma certa “melhora urbanística na Cidade do Rio de Janeiro”. Agora á Baía de Guanabara, continua à mesma coisa.

  18. José Aparecido de Oliveira disse:

    Todos sabem que tudo no Brasil é assim vi protesto para alguém do poder outros pra deixar vejo também o povo protestar contra um monte de coisas mais exigir transparência nas coisas que o poder público faz e exigir os direitos do cidadão e a diminuição das verbas gastas com políticos nunca vi e no mais todos sabem.

  19. Claudemir disse:

    Sinceramente eu acho que não deveria ter nem copa do mundo nem olimpíada,esse dinheiro deveria ser usado para escolas,segurança e hospitais.
    Prefiro assistir Netflix

  20. Renato Cesar disse:

    Já que não cuidou, é a prova mais uma vez de que o poder publico não tem interesse nenhum em resolver os problemas na educação , saúde e segurança. O dinheiro publico investido deveria sim ser aplicado em prol do Estado do Rio de Janeiro, quem merece medalha e quem vive aqui . País subdesenvolvido tem que cuidar primeiro da sua casa,olimpíadas só beneficiam aos que fazem parte do sistema. Agora a realidade voltou ,acabou a hipocrisia.

Deixe uma resposta para Osvaldo Menezes Napolitano Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *